Arquivo da tag: compras online

Fashion Design Books

Dentro da série de posts sobre indicações de livrarias onde comprar óbvio livros de moda, não poderia deixar de indicar a Fashion Design Books. A livraria fica bem no meio do campus do Fashion Institute of Technology e tem uma variedade de material tão grande que acaba atraindo estudantes de moda/arquitetura/artesplásticas/etc de várias instituições de Nova York.

Pra quem está montando uma biblioteca de moda, a livraria tem títulos que provavelmente você nunca ouviu falar, principalmente aqueles voltados para desenho/design. O preço não é dos mais atraentes, por isso, se você não tem pressa, vale pesquisar em sites como Amazon, Barnes & Noble ou Strand Bookstore.

Caso precise do tal livro logo e não o encontre mais barato na internet, uma dica: leve-o pra casa na hora porque alguns títulos podem acabar em questão de dias, caso seja exigido por algum professor do FIT. No campus também há uma Barnes & Noble, mas eu não compro mais na loja física depois de descobrir que no site é bem mais barato.

Materiais diversos

Nem só de livros vive a Fashion Design Books. Pra falar a verdade, acho que mais da metade do que é vendido na livraria diz respeito a material de desenho e/ou costura. Tintas, telas, pinceis, lápis, aquarelas, linhas/barbantes, colas, boards, canetas, manequins, jornais e revistas de moda ou “do it yourself”, tesouras e retalhos de tecido são alguns dos produtos à venda no local.

Creio que por estar no meio do campus do FIT, a livraria não tenha os preços mais baixos. Maaaas, no quesito variedade, a Fashion Design Books é uma perdição. A loja também compra livros usados e os revende por um preço mais baixo, mas eles não são tão fáceis de encontrar por lá. Também dá para fazer compras pela internet, só não testei se entregam no Brasil.

Serviço:
Fashion Design Books
Endereço: 250 West 27th Street, New York. Tel: (212) 633-9646

Anúncios

“Party like a skinny bitch”

Quer saber como entrar nas festas de moda de NYC mesmo sem saberem que você existe? A revista Time Out New York deu o caminho das pedras e escreveu no topo do mapa: “Party like a skinny bitch”. Em edição recente, a publicação – que é uma das principais de Nova York – contou os segredos de “How to be an NYC insider” e ensinou truques que vão desde encontrar celebridades a conseguir mesa em restaurantes disputadíssimos. Como a idéia do FashioNYC é falar sobre a moda nova-ioquina, segue o resuminho de como ser um “NYC fashion insider”, de acordo com a matéria.

A primeira dica é: prepare-se ser cara-de-pau. Separou o óleo de peroba? Então chegou a hora de fica íntimo de blogs como Racked National e o Refinery29. Os dois são conhecidos por divulgar inaugurações de lojas e eventos de compras. Até aí, nada de anormal. Mas é agora que começa o descaramento: uma vez nesses “coquetéis de inauguração” divulgados nos sites, procure saber se vai rolar uma after-party. Um gate-crasher que é fonte da revista diz que até eventos abertos ao público têm uma festinha privada depois.

Na matéria, a Time Out sugere que: se há lista de convidados, solte um nome básico, como Kim, dê sinais de impaciência à medida que a pessoa não encontra seu nome e se prepare pra sacar o cartão de visita (fake,né?). “Diga que você é uma fashion blogger, e coloque um link de mentirinha no seu cartão. Ninguém vai checar já que há tanta gente”, sugeriu a fonte. Ainda segundo o gate-crasher, essas festas raramente têm lista de convidados. O desafio é descobrir onde vai rolar o after-party.

.

Outra dica da Time Out que interessa a quem curte moda é como conseguir comprar as roupas vistas em programas de TV. Uma das sugestões é se cadastrar no site SeenON!. A revista conta que os responsáveis pelo site promovem esporadicamente vendas online de roupas iguais (marca e modelo) às usadas em seriados como Gossip Girl, 90210 e Grey’s Anatomy, por exemplo. É só se cadastrar pra ficar sabendo das novidades. Dando uma passeada pelo blog da “loja”, vi que eles estão sorteando uma jaqueta usada em Vampire Diaries.

Quem curte decoração também vai gostar de outra dica da Time Out: a empresa Props for Today trabalha com aluguel de móveis e pequenos itens, como copos e pratos, para programas de TV e esporadicamente vende o que tem no estoque. O dono contou à revista que já vendeu camas usadas em Sex and the City por menos de US$ 200. Ok, é meio difícil despachar uma cama pro Brasil, mas um conjunto de quadros ou até um travesseiro usado por Carrie é mais fácil se você é fã do seriado em questão, né?

Sobre a Time Out New York

Entre as trocentas milhões revistas disponíveis nas revistarias de NYC, a Time Out New York merece a mesma atenção de quem acompanha publicações de moda como Vogue, Harper’s Bazaar, Elle e InStyle. Explico: a revista semanal é praticamente a bíblia da programação atualizada de NYC. Isso quer dizer que, entre novos restaurantes e baladas, novas lojas de roupas e dicas compras aparecem a cada semana. Isso sem contar ainda que a revista costuma trazer matérias especiais sobre consumo de moda em NYC, além de perfil de gente estilosa e ligada à moda nova-iorquina.

PS: como me falta (muita) vontade de existir nas festas de moda, não testei a eficácia das orientações da Time Out. Mas fica a dica! A matéria completa da Time Out está disponível aqui.

Como pagar menos por livros em NYC

Comprar livros pela internet em Nova York costuma ser mais barato do que comprá-los nas livrarias. Comprar na Barnes & Noble online, por exemplo, é mais em conta do que comprar na loja física. Pra aproveitar a barganha, no entanto, é preciso ter um endereço na cidade, que pode ser o do hotel, da casa de um amigo ou do apartamento alugado para temporada.

Mesmo que você esteja passando apenas uma semana na cidade, dá para aproveitar as pechinchas porque a entrega costuma ser rápida, em torno de dois dias para NYC, e o frete é grátis para compras acima de valores pré-estabelecidos.

Quer um exemplo? O livro “IF you have to cry, go outside”, de Kelly Cutrone, custava uns US$ 18 na Barnes & Noble da Union Square. Enquanto pensava se comprava ou não, o marido consultou – ainda na loja – o preço do mesmo livro no site da Amazon e viu que custava US$ 13,44. Ok, por esse preço teria de pagar frete, mas livros de moda sobram no estoque da Amazon e faltam na minha biblioteca em formação.

.

No caso do livro “Fashion today”, de Colin McDowell, a diferença de preço foi ainda maior. Na livraria do Internacional Center of Photography ou ICP, ele custava US$ 49,99. Na consulta do marido na Amazon, o livro sairia por US$ 37,96. Depois disso, ignorei a Barnes & Noble. Enquanto escrevia o post, consultei na loja online do ICP e vi que o livro tava por US$ 39,95.

Tudo bem que nada substitui comprar um livro na livraria, folheá-lo lá mesmo, ler algumas páginas etc. Mas quando o objetivo é pechinchar, até na loja online da mesma livraria o produto pode ser mais barato.

Outro exemplo? Tinha ido à Barnes & Noble à procura do “The Teen Vogue Handbook” e não tinha encontrado o livro nas prateleiras. Dias depois, procurei por ele no site da loja e o encontrei por uns US$ 18. Como queria comprar apenas um livro e não queria pagar frete, optei pela opção pick up na loja. Entre as filiais com o livro disponível no estoque, tinha a livraria que fica a menos de 1 km de casa. No check in – ainda no site – descobri que o livro sairia por US$ 24,95 se fosse pra retirar lá no local.

Pick up store

A opção pick up store era pra ser algo muito legal, mas nem sempre é assim. De forma geral, ao escolher essa opção, alguém na livraria/loja vai procurar o seu livro/objeto no estoque e deixar ele separadinho com o seu nome no setor responsável. Aí, você vai até o local, diz que quer retirar o tal livro/objeto, paga no caixa e, pronto, ele é seu.

Só que na Barnes & Noble, o preço pick up é o preço do livro na livraria, que, como já falei no começo, é mais caro que no site. Além disso, é possível que a loja peça uns dois dias para achar o tal livro/objeto no estoque e levá-lo até o setor responsável. Enfim, não vale a pena, pelo menos no caso das lojas em que o preço pick up é mais caro do que o da loja online.

Strand Bookstore


Já falei sobre a Strand aqui, mas nunca é demais relembrar que ainda não vi livraria em Nova York onde o preço seja mais baixo que o da Strand, um sebo megalomaníaco. A loja também vende pela internet – o que é ótimo pra consultar preço e disponibilidade – e oferece a opção pick up na loja física pelo mesmo preço da loja online.

Mas é preciso ter paciência, porque eles também pedem dois dias pra localizar o livro e deixá-lo separadinho pra você. Essa opção pode ser boa caso a viagem por Nova York seja de curtíssima duração e você não tenha como objetivo passear pela livraria, só comprar um livro específico que só encontrou por lá.