O ponto de encontro da moda com a fotografia

O International Center of Photography ou ICP é um deleite para quem curte fotografia e moda. As exposições no local são temporárias e não necessariamente são com a temática moda. Mas fotografias não deixam de ser um registro da sociedade e facilmente dá para retirar delas algumas informações de moda.

As duas exposições atuais do ICP são um exemplo. A primeira delas é sobre mulheres que viviam na República Tcheca na década de 1950. O fotógrafo Miroslav Tichý usava câmeras improvisadas e mirava mulheres na rua ou nas piscinas (de biquíni e tudo!) em plena Guerra Fria.

A outra exposição é sobre Paris no início dos anos 1900. Como em muitas das fotografias há homens e mulheres, a mostra é excelente para observar as roupas e captar um monte de informação sobre o que chamamos hoje de moda vintage.

Eventos especiais

O ano de 2009 foi escolhido pelo ICP como o ano da moda na instituição e foi celebrado com um evento especial batizado de Dress Codes, em que foram realizadas uma série de palestras e exposição, além da criação de um catálogo digno de colecionador. A proposta do evento era examinar a moda e a relação dela com a arte e com outros fenômenos sociais e culturais.

Meses antes do Dress Codes, o ICP promoveu uma exposição de fotografias de Richard Avedon, que, segundo o instituto, começou a fotografar moda depois da Segunda Guerra Mundial e revolucionou a área, redefinindo suas regras.

Livraria

Visitar a livraria do ICP é tão legal quanto observar o acervo do instituto. Mais uma vez, foi o professor de Fashion Trends da Parsons quem deu a dica: lá é um ótimo lugar para encontrar livros de moda, principalmente aqueles gigantes, lindos, pesados e com papel de ótima qualidade por causa das fotografias.

Dando uma olhada pelas prateleiras, é difícil não querer levar algum livro para casa. Lá, você vai encontrar desde o livro com fotos só da estilosa boneca Blythe (US$ 19,95) até um sobre moda na época do facismo, por US$ 60. Entre os gigantes que dão vontade de ter como item de decoração, há um duplo com a coleção do Costume Institute de Kyoto e o Fashion Today, de Collin McDowell.

O acervo é incrível e não dá para falar de todos neste post, mas clica aqui para visitar a loja virtual. A dica é: estando na livraria ou navegando pelo site, não deixe de comparar o preço na Amazon.com. Os preços do ICP nem se comparam com os das livrarias brasileiras, mas a Amazon.com ainda consegue ser mais barata e entrega no Brasil.

Cursos

A relação entre o ICP e a moda não é mesmo superficial e dá até para fazer cursos de curta duração por lá. No cronograma do instituto há o “Fashion and Photography”, curso com 33 horas/aula em que o aluno aprende, em três meses, não só a fotografar para moda mas também tem a oportunidade de fazer contatos. O curso sai por US$ 620 + US$ 75 de taxas.

Quem não pode ficar três meses em Nova York pode optar pelo “Studio Fashion: Tools and Techniques” que acontece durante dois fins de semana e custa US$ 515 + US$ 75 de taxa. Segundo a descrição do curso, os alunos têm um intensivo sobre técnicas de fotografia em estúdio e trabalha conjunto com cabeleireiros, modelos e até personal stylists.

Esses são apenas dois dos trocentos cursos do ICP. Tem desde os avançados em fotografia até aqueles para quem quer aprender a lidar com fotos e WordPress. A disponibilidade dos cursos em cada temporada pode variar.

Serviço:
O International Center of Photography fica na Avenue of the Américas com a rua 43. A entrada custa US$ 15, e o acesso à livraria é independente, sem necessidade de pagar ingresso.

Os comentários estão desativados.