The September Issue na Barnes & Noble

Da esquerda para a direita: Grace Coddington, André Leon Talley e R.J. Cutler

Uma das coisas mais difíceis de estar em Nova York é lidar com o excesso de informação sobre moda que circula na cidade. Seja para ficar um mês ou um ano, você dificilmente vai dar conta da quantidade de eventos que acontecem nos cinco boroughs, pois sempre haverá algo novo para fazer todos os dias, alguns ao mesmo tempo. Na noite desta quinta, por exemplo, fui conferir o panel discussion sobre o documentário The September Issue, na livraria Barnes & Noble da Union Square.

No mesmo dia e horário, Gilles Mendel – da grife parisiense J.Mendel – estava falando no French Institute Alliance Française. O que fui era de graça, mas o outro custava US$ 25.

Panel discussion é como se fosse uma palestra, mas sem toda aquela formalidade. No evento da livraria estavam Grace Coddington e André Leon Talley, da revista Vogue, e R.J. Cutler, o diretor do documentário. A conversa não foi das mais produtivas, mas também não deu para sair de lá achando que foi tempo perdido.

O tema central, claro, foi o documentário sobre a principal revista de moda do mundo e as cenas extras em DVD. Para (não) variar, foi Grace Coddington quem fez ter valido a pena sair de casa em plena nevasca nova-iorquina.

Documentário teve DVD especial para a Barnes & Noble

Entre os temas abordados no panel tiveram os boatos sobre os custos de uma edição da Vogue, a febre de reality shows sobre moda, como Project Runway, e as novas mídias sociais, que estão estreitamente ligadas à moda. “Eu não uso twitter nem acompanho blogs. Estou muito velha para começar isso agora”, contou Grace.

Depois de muito moda aqui, documentário acolá, veio uma das perguntas mais pertinentes: em que The September Issue mudou a vida de todos. Grace se mostrou muito agradecida pela realização do filme. “Eu sou uma pessoa muito discreta, mas o filme mudou a minha vida e me criou a oportunidade de falar com as pessoas. No metrô, é fascinante ouvir as opiniões [sobre a Vogue, sobre o documentário]”.

Sem RSVP

A Barnes & Noble costuma fazer sessões de autógrafos e panel discussions com vários autores e não precisa se inscrever nem comprar nada para participar. Alguns dias atrás, por exemplo, Kelly Cutrone estava autografando o livro na unidade da Union Square. Ela é a chefona do seriado da MTV The City, autora do livro “If you have to cry, go outside” e agora queridinha dos fashionistas.

A palestra de The Semptember Issue começou pontualmente às 19h, estava completamente cheia 30 minutos antes de começar, e durou cerca de 50 minutos. Antes dos convidados chegarem, foram dadas as orientações. Entre elas, a proibição de pedir para que eles autografassem algum exemplar da Vogue. Mas o DVD do documentário – em edição especial para a Barnes & Noble – poderia ser autografado pelos três.

Para ficar sabendo desses eventos na Barnes & Noble é só se cadastrar no site e escolher aquela opção de receber newsletter sobre promoções e novidades. Dependendo do autor e do seu grau de admiração por ele, até que vale a pena programar uma viagem de forma que dê para assistir a uma palestra dele, não acha?

Os comentários estão desativados.