Vendem-se ingressos para NYFW

No último dia de NYFW Fall 2010 o Craigslist ainda tinha anúncios de venda de ingressos para desfiles. O preço em cada link não é necessáriamente o do ingresso. É que anúncios precisam ter preço no título

Nem tudo está perdido se há vontade de ir a algum desfile da NYFW, dinheiro e sangue frio: quem não ganha convites e nem pode se credenciar como “fashion buyer” ou imprensa tem o Craigslist como a salvação ou a perdição.

O site é uma espécie de classificados pela internet muito conhecido nos EUA e onde se compra e se vende praticamente tudo. Há desde oferta e procura de emprego e prestação de serviço até venda e aluguel de imóveis. Há gente também oferecendo quarto para alugar e universitários em busca de roomates. Solitários procuram gente do mesmo sexo ou do sexo oposto e dá também para marcar encontros casuais.

A página de tickets é uma das mais movimentadas. A procura pela palavra-chave “fashion” mostra que muita gente aproveita para ganhar dinheiro vendendo os ingressos que são distribuídos gratuitamente pela organização de cada desfile.

No Craigslist também tinha ingressos para a edição fall 2010 da festa beneficente de Naomi Campbell. A cada edição do evento, as entradas são vendidas oficialmente, mas no classificados elas eram revendidas pelo dobro do preço.

Preços

No primeiro dia de NYFW comecei a trocar email com alguns vendedores. Como ingressos para a semana de moda não estão à venda, não fazia ideia de preço, mas já imaginava que, quanto mais famoso o estilista, mais caro para “existir” no desfile dele. E a quanto mais regalias tiver acesso o vendedor (como festas depois do desfile ou coquetel party 30 minutos antes do show), mais caro também será o ingresso.

A primeira resposta por e-mail que recebi parecia um cardápio de restaurante de tantas opções de desfiles. Os preços variavam de US$ 59 a US$ 299 por ingresso. Uma pessoa que não se identificava vendia, ao todo, 34 ingressos para 21 desfiles diferentes. Nem todos eram para a NYFW: por US$ 99 dava, por exemplo, para ir ao Japan Fashion Week Designer Preview.

Depois de mais contatos com outros vendedores, percebi que a média de preço era essa, e raríssimos ingressos custavam menos de US$ 100. Um deles tinha menos convites disponíveis, mas o preço era em torno de US$ 200. Já outro chegava a cobrar US$ 1000 por cada ingresso que ele tinha! Tudo bem que eram ingressos para desfiles de estilistas como Tommy Hilfiger, mas tirar US$ 1000 em um ingresso ganho chega a ser descarado.

Negociação

O fashioNYC não chegou a comprar nenhum ingresso porque o site ainda não tem orçamento para essas extravagâncias. Mas deu para descobrir como o esquema funciona a partir da orientação dos vendedores. Como o acesso aos desfiles da NYFW é com nome da lista, o vendedor revela com qual nome você deve se identificar na entrada. Esse tal nome você só descobre após o pagamento, que pode ser feito por PayPal ou pessoalmente, vai da escolha de quem está vendendo. A negociação pode ser por e-mail ou apenas por telefone.

Dependendo do prestígio do vendedor com a marca, quem compra entradas para a NYFW vai sentar nas primeiras filas ou ficar em pé. A dica é perguntar sobre isso na hora da compra. Também vale tentar negociar o preço, mas as minhas tentativas não foram bem-sucedidas.

Em casos como esse, em que o vendedor é alguém ou muito rico ou que trabalha com moda, nem todos estão interessados em dinheiro. Um dos anúncios se destacou porque oferecia assentos garantidos em vários desfiles em troca de artigos de grifes como Chanel e Louis Vuitton. O anúncio vai na íntegra aqui:

“I have GUARANTEED SEATING for shows IN THE TENT at Bryant Park. I am a socialite/buyer/shopper/client/friend of many designers, and I have invitations for shows, but I will be unable to attend this Fashion Week, so I am willing to trade the tickets I have, for perhaps some sort of cool fashionista item–Chanel, Louis Vuitton… Serious inquiries only. This is for GUARANTEED SEATING, not standing room, like some people have. If interested, please email me. Thank you

Compra de risco

Como essa venda de ingressos não é algo oficial e os estilistas nem devem imaginar que existe todo esse comércio paralelo às custas do trabalho e do convite deles, quem compra nessas circunstâncias não tem muitas garantias de que vai dar tudo certo após o pagamento. É um negócio de risco: você pode dar sorte de lidar com alguém honesto ou dar azar de negociar com alguém que venda o mesmo assento e o nome na lista a duas pessoas diferentes.

Ou seja, a negociação é feita na base de confiança, mas isso é algo que costuma funcionar por aqui. Não é só no Craigslist que dá para comprar tickets, pois há inúmeros sites nos EUA que vivem só da compra e venda de ingressos para shows e jogos, por exemplo. Muitos desses ingressos vendidos já esgotaram nas bilheterias oficiais e a venda pelos sites vira uma espécie de leilão. O marido já comprou quatro ingressos para jogo de basquete por um dos sites e deu tudo certo, os ingressos era verdadeiros.

* Alguns links deste post podem não funcionar porque o anúncio costuma ser retirado do ar quando a negociação/venda é encerrada.

A foto de baixo é do stock.xchng

Os comentários estão desativados.